domingo, 18 de setembro de 2011

Prosseguindo para o alvo


Prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Flp 3.14


  O alvo definido por Deus através da nossas vidas, pois como diz o salmo 127.3 que somos flechas na mão do valente, tem se tornado cada vez mais claro, pela luz que clareia nossos olhos e encadeia nossos orações, Jesus Cristo. Este alvo, essa missão de levar seja aonde for  a palavra do nosso Deus, semeando em solos férteis tem florescido o nosso ministério, gerando, assim, os primeiros frutos dessa íntegra caminhada que nossos pés começaram a percorrer. Dabh'ar é a palavra em ação contínua, movimento que não para, palavra que gera e que solidifica frutos.
  Esta imagem acima personifica a alegria de um povo que decidiu no seu coração amar ao Senhor incondicionalmente, alegria que não acaba, e nem ao menos diminui ao se deparar com as tribulações que o mundo, em muitos instantes, nos oferece. A missão que ontem começou difícil, hoje está impossível, mais amanhã com certeza decolará, na velocidade e na precisão de flechas lançadas pelo Valente, o nosso Deus e Pai celestial.
  Somos a flecha direcionada ao alvo, direcionadas a conquistas, tendo a certeza, em todos os dias, que passaremos pelos obstáculos e chegaremos, sim, no lugar de excelência que o Senhor nos tem reservado. O alvo (missão palmeira) fruto de uma tentativa arriscada, pelos percalços ideológicos, e pela religiosidade que enfrentamos nessa região, ganhou força com o projeto Água viva para o sertão, e se consolidará nos próximos dias, pois já estamos ouvindo o barulho das muitas águas, chuvas de benção que virá sobre a nossa terra. Se este povo estende suas mãos em direção aos céus, é porque confiamos que Deus está nos abençoando

Eugenio Serlam

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

um olhar diferente nos tempos de crise

Então, o Senhor me respondeu e disse: Escreve a visão e torna-a bem legível sobre as tábuas, para que a possa ler correndo o que passa. Porque a visão é ainda para o tempo determinado, e até ao fim falará, e não mentirá: se tardar, espera-o, porque certamente virá, não tardará. (Habacuque 2.2-3)

  O livro do profeta habacuque escrito entre 612 e 586 a.C nos mostra e/ou revala uma grande mudança na vida de um homem e na vida do seu povo. Uma crise estava começando a ser instaurada no meio de todo o Israel. Era preciso que se levantasse alguém com uma visão diferente, com um olhar mais intenso e que compreendesse aquele momento, não como um período de crise, mais um tempo de oportunidades reveladas por Deus.
   Habacuque significa "abraço", revelando, talvez que este fora abraçado por Deus para sua difícil missão, abraçar um povo, uma nação inteira que precisava de consolo e amparo, encorajando-os, dessa maneira, a enfrentarem o tempo de crise nacional vivenciado por todos. habcuque viveu durante um dos periodos mais criticos da história de Judá. Seu país havia caido do alge das reformas de Josias para as profundezas do tratamento violento de seus cidadãos, medidas opressoras contra o necessitado, este era o cenário em redor de Judá.
  Diante de todas estas circunstâncias, o olhar do povo, dos levitas, dos profetas não estava em Deus, mas, sim, nos problemas. habacuque chega a dizer no capitulo 1.vs 2 que gritava e clamava, mas o Senhor não respondia. Nos momentos de grande dificuldade no ministério, quando as situações tentam esconder o tamanho e o agir do nosso Deus, lembro de uma frase marcante que diz "uma missão começa dificil, se torna impossivel, mais depois decola", ou seja, atingimos o alvo.  As circunstâncias na vida do profeta era marcadas por grandes agravantes, situações de intensos problemas, e naquele instante era preciso escrever a visão, torna-la  bem legível, para aquele que passar correndo pudessecompreende-la.
   Provérbios 3.3 diz "não te desemparem a benignidade e a fidelidade; ata-as em teu pescoço; escreve-as na tábua do teu coração". A visão de Habacuque deveria estar descritas em tábuas," lugar onde deveria estar vivo" a visão, e trazendo para nossos dias este lugar é o nosso coração. A visão do projeto de Deus para nossas vidas começa propriamente no coração de Deus. Colossenses 3.1-2 diz que "se já ressucitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, pensai nas coisas que vem do alto"   A visão descrita pelo profeta habacuque contemplava as coisas do alto, a provisão de Deus que estava a se manifestar em meio ao caos e o silêncio. Habacuque começou a pensar nas coisas que vem do alto, a refletir não apenas nas necessidades do povo, mais no que Deus tinha para oferecer a eles.
   
Princípios que definem a visão de conquistas

1. A visão definida (legível) O profeta precisava escrever a visão de uma forma legível, que pudesse aparecer, ou seja, a identidade da palavra ( dabhar) a essência em movimento. era necessario saber, entender o que Deus estava preparando. Em muitos instantes de nossas vidas não conseguimos nos apropriar da palavra, tomar posse das promessas porque não conseguimos compreender o movimento que a palavra deve percorrer em nós. ( exortação, correção e intrução) que vai ao nosso intimo como espada de dois gumes.
2. O impacto gerado pela palavra- Era necessario causar um impacto na vida daqueles que por aquele lugar passavam, detalhe é que a visão tinha que alcançar todos que passavam correndo, mas correndo do que? talvez das angústias, da vida de sofrimento, da miséria, enfim, talvez até da propria vida.  Aquela vereda era o caminho para a revelação de Deus. (Sl 119.35) diz "faze-me andar nas veredas dos teus mandamentos, porque nela tenho prazer". Talvez vezes o caminho que percorremos, hoje, esteja marcado por grandes dificuldades, mais se entregarmos os nossos caminhos ao senhor, ELE muda não o chão que pisaremos, mais aquilo que desejamos alcançar. As vitórias passam a ser certeiras e concretas.
3. O alcance e o tempo da visão- Existe um tempo determinado para o cumprimento dos  propósitos de Deus, os nosos passos projetos precisam estar na nossa mira, mais as flechas somos nós (sl 127.3) e o alvo precisa ser do Senhor. A palavra diz que a visão se cumprirá, e ainda que tarde, podemos esperar, pois os esqueram no Senhor são bem aventurados.


Conclusão
 Mesmo que as tribulações e angústias estajam em nossa volta, como estava presente aos arredores da vida de habacuque, e ainda que os nossos olhos não percebam o agir de Deus, a visão está adiante de nós, corramos então e prossigamos em conhecer ao Senhor. fixando o nosso olhar não no que vemos, mais naquilo que está escrito, esperando o tempo (kairós) e o movimento que a palavra faz em torno daqueles que confiam no Senhor.

sábado, 10 de setembro de 2011

A ação de Deus na vida daqueles que o buscam


Os filhos dos leões necessitam e sofrem fome, mas aqueles que buscam ao Senhor de nada têm falta. (Salmo 34.10)
     
   A ação de Deus em nossas vidas se move numa vereda que por muitos instantes parece ser contraria ao caminho que nós decidimos percorrer. O caminho do homem traduz a horizontalidade dos desejos, anseios, pensamentos, enfim, projetos do homem que percebe na necessidade e nas suas incertezas as convicções de vitórias, na qual todos nós buscamos. Já se olharmos na dimensão da ação do Senhor perceberemos que sua ação acontece de forma vertical, o reino dos céus se move quando nos movemos aqui.
   Em Mateus 16.19 diz “e eu te darei as chaves do reino dos céus, e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”. A verticalidade da ação de Deus que se move a partir das chaves que temos em mãos. Este talvez seja o fator diferente, Jesus disse: As chaves do Reino dos céus, o instrumento facilitador para a apropriação das nossas conquistas. Chaves denota autoridade, posicionamento e visão princípios que nos conduzem ao alcance, apropriação daquilo que Deus preparou para nós
  Outro dia desses recebi um email de uma jovem que conheci há meses atrás, e que se encontrava numa situação desesperadora, então de certo tempo começamos a mostrar a ela as armas de conquistas que Deus revelara em sua vida, e a ação de Deus que se movia de uma maneira que ela naquele instante não enxergava. Depois de alguns meses aquela jovem decide fazer uma viagem e nos envia o seguinte email. (*mensagem contendo apenas alguns trechos).

   Graça e paz pastor! Tudo bem? É com grande alegria no coração e muitas saudades de todos vcs, que escrevo essas poucas linhas. Desde que cheguei aqui Deus tem feito maravilhas comigo, Ele tem operado grandes coisas, cheguei no domingo pela manhã e a noite fui a igreja com meu irmão e ali Deus falou comigo poderosamente, só tem oito dias que estou aqui e o Senhor já me presenteou com três empregos pra mim escolher Deus é tremendo Pastor. Deus esta restaurando meus sonhos e começando a realizar os meus projetos e não me canso e agradecer por tudo que Ele tem feito por mim.
   E os irmãos como estão bem? Sinto falta de todos, mais uma vez venho te agradecer por tudo que você fez por mim,  Deus lhe enviou pra me ajudar sair do mais profundo abismo graças a sua persistência e sua disposição em me mostrar que existe um Deus maior que todos os nossos problemas, e se descansarmos nele conseguimos ir muito alem do que pensamos ou imaginamos. Desta forma é que eu consegui chegar onde estou e sei que irei muito alem para honra e gloria do Senhor. Obrigado que muitas outras vidas possam ter a mesma oportunidade que eu tive que Deus abençoe você e sua esposa cada vez mais e que um dia seu trabalho seja reconhecido no mundo todo um grande abraço.
   
  Quando acreditamos que a ação de Deus vem sobre nós e preenche todas as nossas expectativas sentimos como se o firmamento (céus) estivesse por base, fundamento dos nossos pés, algo parecido com a visão do profeta Ezequiel que no capítulo 10 viu o firmamento por sobre os querubins. O que esta jovem testemunhou de fato comprova que quando temos as chaves do reino dos céus somos mais que vencedores, temos mais do que um alvo, nos tornamos exatamente uma resposta eficaz da ação do nosso Deus.
   Os filhos dos leões como diz o salmo aponta para aqueles que se movimentam pela sua própria força, ou talvez pela sua habilidade e até quem sabe pelo aparente desejo, mais mesmo com todas estas características, são filhos das circunstâncias e, assim, sofrem e padecem necessidades. Ao contrário destes estão os que confiam na destra do Senhor, aqueles que o buscam de todo o seu coração, e que n’ELE  esperam, são estes que são impactados pela ação vertical de Deus, nada lhes faltará. Ação completa do bom pastor (Sl 23) que na permite que nada falte ao aprisco de suas ovelhas, ou seja, a promessa de vida abundante.