quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

O verbo que transforma o desejo


" Deleita-te, também no Senhor e Ele concederá o que desejas o teu coração"  Salmos 37.4
   Quando pensamos sobre nossos sonhos, desejos e planos, quase nunca refletimos sobre os caminhos que precisamos percorrer para fazer destes ensejos, realidades sobre nossas vidas, e nas vezes em que pensamos na trajetória dos sonhos, logo concluímos; nossa como vai ser difícil, doloroso, longo, e por muitos motivos desistimos, este é o momento quando, talvez o nosso olhar se volta para trás, e por pensar, assim, nossas expectativas de conquistas são frustradas.
    Neste instante da vida, seria bom, penso eu, que todos nós meditássemos sobre os princípios do salmo 37, “na ação que transforma o desejo”, no verbo que nos direciona ao caminho das conquistas. A Palavra diz que “os passos de um homem bom são confirmados pelo Senhor, e ele deleita-se no seu caminho”, O caminho que muitas vezes pensamos estar difícil, pelo fardo pesado, tem o seu chão transformado quando decidimos andar até a segunda milha (Mt. 5;41) o Sonho se torna um fardo pesado quando a necessidade é maior que o desejo de transformá-lo.
   Outro dia disse numa ministração que me sinto tão confiante em Deus, descansando em sua presença, que pareço ter armado “uma rede nas nuvens”, A grande dificuldade em fazer dos nossos sonhos realidades é a maneira como conduzimos os nossos desejos, a forma como olhamos os nossos sonhos. Sonho não é fardo, é a marca, o selo de conquistas geradas por Deus. (ex: José/ Jacó)
   Precisamos aprender a nos deleitar no Senhor, descansar na sombra do altíssimo, deixando que Ele conheça o nosso coração por completo, amando-nos por inteiro, assim, os nossos desejos serão conhecidos pelo PAI, e Ele nos diz “Pedi-me”. O verbo que transforma o desejo do nosso coração em conquistas é a ação de Deus, quando descansamos em sua presença. Jesus disse: “vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados e Eu vos aliviarei”, Ou seja, o Senhor não chamou homens e mulheres para descansarem perto de sua presença, mais sim na sua presença, em intimidade com Ele.
   Deleitar-nos na presença de Deus é deixar com que as escolhas, entre os caminhos que almejamos sejam dirigidas por Ele e para Ele, é fundamentar o nosso ser nos pastos verdejantes (Sl 23), descansar em Deus é confiar totalmente na ação e nas promessas de Deus, vivendo-as como propriedade, e não simplesmente como obrigação, Andar pelo propósito de alcançar, sentir pelo desejo de pertencer, e viver pelo propósito de morrer por Ele.

Então, deleita-te no Senhor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário