sábado, 17 de março de 2012

O maior de todos os mandamentos


“.E se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: amarás ao próximo como a ti mesmo” Rm; 13.9b
    A palavra de Deus nos ensina que os mandamentos entregues ao povo, a Israel através de Moisés possuía todos os princípios ordenados por Deus para que o homem viesse a ter êxito em toda a sua vida. Quem não conhece um mandamento? Quem não sabe citar um dos 10 mandamentos? Em êxodo 20 há a narrativa de como foi descrito os mandamentos do Senhor para a sua igreja.
    Mandamento significa determinação, ordem, princípio a ser estabelecido. Na segunda epístola de João verso 5b diz: “Este é o mandamento, como já desde o princípio ouviste: que andeis nele”.Precisamos andar sobre o caminho dos mandamentos, o caminho da retidão, da verdade, e acima de tudo o caminho do amor, da vida. Salmo 119;35 “faze-me andar na verdade dos teus mandamentos, porque nela tenho prazer”. Viver sobre o caminho dos mandamentos é viver intensamente, a cada segundo o melhor de Deus.
    Jesus disse: “Um novo mandamento vos dou: que ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis”. Amar ao outro significa compreender, se doar, respeitar, entender, apoiar, fundamentar o próximo na verdade. Este é o maior de todos os mandamentos amar o senhor de todo o coração e ao próximo como a si mesmo. (marcos 12;31-32)
Amar ao próximo expresso o amor de Deus. Revela a graça e a misericórdia do Senhor sobre as nossas vidas. Mas quem seria o próximo? A quem preciso amar? A resposta é simples se olharmos para Jesus e não para o mundo. Precisamos amar a quem precisa de amor, assim, todos nós precisamos de amor. O maior de todos os mandamentos nos ensina lições intensamente valiosas, que são elas:
Deus se revela no amor (Jo; 3.16) A essência do amor está contida em Deus. O Senhor nos ama do jeito que somos, não precisamos ser diferentes, ele nos ama da maneira que somos. Deus amou o mundo de tal maneira que entregou seu único filho, Que prova de amor fantástica essa do nosso Deus e Pai.
O amor ao próximo revela a graça (PV 22.11) aquele que ama tem graça no seu falar. Graça é o favor imerecido de Deus sobre nós. Graça é dádiva, dom de Deus. Não podemos amar o outro sem exercer graça, favor e misericórdia.
O amor ao próximo revela quem somos (Lc; 10.25-37) a parábola do bom samaritano nos ensina como realmente devemos amar ao próximo, e também quem realmente somos. Diante às vezes de tantas adversidades, problemas que o teu próximo talvez esteja passando, e você o que fez, e nós o que faremos? Podemos amar isso é o que nós podemos realmente fazer.
    Então ame, simplesmente ame. Com todo teu ser, com toda a tua força com todo teu coração. Ame a Deus e reflita este amor sobre a vida do teu irmão, daquele que está do teu lado, de quem na verdade necessita.

Pr. Eugênio Serlam

Nenhum comentário:

Postar um comentário