sábado, 25 de agosto de 2012

Oração: A chave para uma vida plena

  
 A palavra oração segundo o dicionário da língua portuguesa significa clamor, meditação, petição, intercessão entre outros. Segundo o contexto bíblico oração é a busca que fazemos ao nosso Deus, clamor, é falar com Deus. No Livro do profeta Isaias está descrito: “Buscai ao Senhor enquanto se pode achar invocai-o enquanto está perto”.
   Jesus certa vez estava orando em certo lugar e os seus discípulos sabendo da necessidade e do dever de orar pediram ao senhor que Ele lhes ensinasse a orar, da mesma forma que João ensinava os seus discípulos. A oração é a chave que abre o reino dos céus, e nos mantém em intimidade com Deus. O ato de orar inclui alguns princípios que precisamos conhecer: Confissão, adoração, comunhão, arrependimento, gratidão, petição e intercessão.
    Orar não é simplesmente repetir palavras, mas, sim, declarar a Deus aquilo que você deseja, exaltando e louvando a Deus. Davi no salmo 23 declara a Deus aquilo que ele estava necessitando, mas em nenhum momento deixou de exaltar a Deus. Ele disse em sua oração: “O senhor é meu pastor e nada me faltará”. Quem reconhece o Senhor em oração encontra a companhia do Pai e alcança vitórias. Jesus ensinou os seus discípulos o segredo da oração e não apenas uma só oração. (Lc 11; 2-4)
    A oração é a chave para uma vida plena porque é através da oração que aprendemos a conquistar o que ainda não temos, aprendemos o valor da gratidão, e tomar posse daquilo que é nosso por direito, ou seja, as promessas de Deus. No livro de Mateus 06:33 diz: “Buscai em primeiro o reino de Deus e as demais coisas vos serão acrescentadas”. A oração deve ter como alvo principal a vontade de Deus revelada sobre o caráter de quem ora.

Em João 17 Jesus nos ensina a oração sacerdotal que tem como foco a vontade de Deus que precisa ser o alvo de nossas vidas. A oração sacerdotal nos revela alguns segredos que precisamos compreender, são eles:
Orar é conhecer a vontade de Deus: Jesus nos ensina que a oração muito mais que um dever (Lc 18;01) é conhecer a vontade de Deus, fazendo cumprir suas ordenanças. Jo 17;01. Toda oração deve ter como base o conhecimento de Deus, não existe intimidade se não houver conhecimento.
Orar é declarar as promessas: A palavra diz que nenhum dos planos do Senhor podem ser frustrados. “Toda promessa é um plano de Deus para a vida do homem”. A oração precisa ser repleta das declarações das promessas sobre as nossas vidas.
Orar é ser um com o Pai: Precisamos entender que a oração nos torna um com o Pai. O Senhor disse: “eu lhes dei a glória que tu me deste, para que sejam um, como nós somos um”(Jo 17;22). Quando oramos trazemos a realidade de Cristo sobre as nossas vidas nos fazendo um com Ele.
Pr. Eugenio Serlam

Nenhum comentário:

Postar um comentário